30 de janeiro de 2016

A Câmara Municipal da Amadora recusou ao Teatro Maria Matos a utilização das instalações da Escola Básica da Cova da Moura, para que Faustin Linyekula iniciasse a sua residência artística em Lisboa com uma actuação no nosso bairro.
Como recusar o acesso a um edifício público, localizado no coração do bairro, construído e mantido com dinheiro dos contribuintes? Trata-se, além do mais, de uma escola onde, numa Festa do Kola San Jon, os alunos festejaram a possibilidade de ali ver acolhidos e valorizados os saberes dos seus pais.
A apresentação do solo ‘Le Cargo’ na Cova da Moura teve lugar no dia 24 de janeiro de 2016 pelas 16 horas, nas instalações do polidesportivo.

12 de janeiro de 2016

Benvinda, batucadeira do Finka Pé, tem feito um trabalho exemplar no nosso bairro.
Quem é que nunca viu a “Totta” a varrer a Rua Principal, a tirar os lixos da rua, a tratar das hortas? Com certeza, só uma pessoa que nunca entrou no nosso bairro. Para quando a Junta de Freguesia condecora esta senhora pelo trabalho voluntário que faz nos espaços públicos?