3 de fevereiro 2016

Quem é que está a utilizar a jovem jornalista Carolina Resende Matos para fazer na TVI as reportagens sobre Celé e sobre o agente Ireneu, pelo qual os moradores do bairro da Cova da Moura, em conjunto com a PSP, fizeram uma Marcha da Paz, facto que não foi referido na respetiva reportagem?
A reportagem sobre Celé, transmitida dias antes do espetáculo do artista residente em Lisboa, Faustin Linyekula atuar no polidesportivo da Cova da Moura, refere-se a factos de 2002. A reportagem do agente Irineu refere-se a factos de 2005.
Quem tem necessidade de emitir agora estas reportagens?
Porque é que a jornalista, ou os colegas, não fizeram uma reportagem sobre a homenagem prestada a Walter Bless – o agricultor suíço de 87 anos, pensionista, que ao longo de 12 anos consecutivos trabalhou durante 1 mês no Moinho da Juventude lado a lado com os jovens na construção do CATL e do Estúdio, dando à noite a sua voltinha no bairro, confraternizando com os adultos e jovens – e ao açoriano Eduardo Pontes? No dia 20 de janeiro as crianças e jovens do bairro construíram em sua memória um cantinho de leitura.
Será que a leitura não é importante? Será que as crianças não são o futuro?